Justiça manda PT recolher panfletos com propaganda irregular e informações falsas sobre o atual prefeito

Ex-prefeito e candidato à prefeitura Elói Pietá (PT)

Elói Pietá é acusado de usar os panfletos da campanha para distorcer imagem do atual prefeito e candidato à reeleição, Guti

O candidato à prefeitura de Guarulhos, Elói Pieta (PT) está proibido de divulgar materiais com informações inverídicas do atual prefeito Guti (PSD). “Esta propaganda difama e distorce a imagem do candidato ofendido, divulgando informações negativas, passando falsa imagem”, aponta a juíza eleitoral Lilianna Siepierski de Araújo Vilela, nesta quinta-feira (08).

Desde antes da corrida eleitoral ser oficializada, Pietá já atacava o atual prefeito. Ao mencionar o que deveria ser modificado em Guarulhos, aproveitava a oportunidade para manifestar os erros da atual gestão. O que de fato não está errado, demonstrar sua opinião sobre a administração do Guti é um direito de todo o cidadão.

No entanto, as declarações do petista vão além de meras manifestações de opinião. Começou a pautar sua campanha, em comentários negativos sobre a má gestão Guti. ”O panfleto, em especial o seu anverso, foge do âmbito de propaganda positiva, ou seja, de enaltecer as qualidades do candidato representado, para tecer comentários negativos a respeito da gestão do atual ocupante do cargo de Prefeito Municipal e candidato à reeleição, portanto, opositor político do representado”, escreve a juíza.

Ainda sob análise da juíza, o panfleto, especificamente esta parte, é irregular. Este material pode ter o objetivo de difundir informações e até confundir o eleitor.  Elói Pietá recebeu a notificação que deve apresentar o restante dos panfletos que ainda não foram distribuídos, no total a propaganda tem 350 mil tiragens, caso não apresente o restante dos panfletos, estará sob pena de imposição de multa diária no que equivale R$ 1000,00 (mil reais).